Turismo em Nova Friburgo

Login com Facebook
Nova Friburgo

Publique aqui suas fotos de Nova Friburgo através do Instagram. Basta marcar com a hashtag #turismonf.

Distritos de Nova Friburgo

1º Distrito - Nova Friburgo (Sede)
2º Distrito - Riograndina
3º Distrito - Campo do Coelho
4º Distrito - Amparo
5º Distrito - Lumiar
6º Distrito - Conselheiro Paulino
7º Distrito - São Pedro da Serra
8º Distrito - Mury

Distritos de Nova Friburgo

1º Distrito - Nova Friburgo (Sede)

Primeiro distrito, o centro, é considerado o coração da cidade e pulsa o tempo todo, até nos fins de semana, onde existem atividades que toda cidade proporciona. Segundo a história, a antiga vila de Nova Friburgo foi elevada à categoria de cidade em 1820. Hoje o 1º distrito carrega a responsabilidade de atender os mais diversos distritos do município e dos municípios vizinhos. Bairros populosos, como Olaria, desenvolvem a indústria da moda íntima, onde ocorre um evento todo ano, a FEPRO. As grandes fábricas, tanto de moda íntima como as de metal-aço e o comércio suprem a cidade, gerando um equilíbrio sócio-econômico. Neste distrito encontram-se marcas da história através de colégios como o do Anchieta, prédios históricos como o da prefeitura e a histórica praça Getúlio Vargas com seus monumentos, bustos e outras curiosidades existentes nela. O 1º distrito também ampara as 10 colônias (povos colonizadores), onde encontra-se até uma praça, recheada de novidades.

1º Distrito - Nova Friburgo
1º Distrito - Nova Friburgo

2º Distrito - Riograndina

PO 2º Distrito de Nova Friburgo foi criado pela Lei nº 1809, de 25 de janeiro de 1924, com o nome de Estação do Rio Grande.

Em cumprimento à legislação federal no sentido de se evitar a existência de topônimos iguais em localidades diferentes, o Decreto Estadual nº 1056, de 31 de dezembro de 1943, mudou o nome do distrito de Estação do Rio Grande para Riograndina.

Houve uma reunião de moradores da localidade sobre o assunto referente à mudança do topônimo, cuja ata é a seguinte:

“Ata da reunião realizada na Vila de Rio Grande, sede do 2º distrito do município de Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro.

Aos nove dias do mês de agosto de mil novecentos e quarenta e três, em Cartório do Registro Civil da Vila de Rio Grande, 2º distrito do município de Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro, presente o cidadão Dante Laginestra, prefeito Municipal e Presidente do Diretório Municipal de Geografia, comigo, Décio Monteiro Soares, secretário do mesmo Diretório, e os que subscrevem a presente ata realizou-se a reunião destinada à escolha do novo nome que deverá ser dado à vila, a partir de 1º de janeiro de 1944, Arthur Pereira Borges, unanimemente aprovada, foram indicados os seguintes nomes: - Bica do Conde, em homenagem ao Conde de Nova Friburgo e, no caso de não ser possível essa denominação, a de Rio abaixo.– Nada mais havendo a tratar, a sessão foi suspensa e lavrada a presente ata, que vai por todos assinada . – Eu, Décio Monteiro Soares, secretário, a escrevi e subscrevo.– Nova Friburgo, 09 de agosto de 1943 . – (aa.) Dante Laginestra, Mathias Borges Filho, Luiz da Cunha Filho, Arthur Pereira Borges, João Pestana da Silva, José Pereira Feiteira, Antônio Geraldo Berçot, João F. Barradas, Valentim Cantelmo, Manoel Rodrigues da Silva, Albertino Freitas Vasconcelos, Bento José Veloso e Décio Monteiro Soares”.

Mas, a sugestão dos moradores não foi aceita pela razão de já existirem outras localidades no Brasil com o mesmo topônimo . Então, o prefeito fez uma consulta aos membros do magistério secundário de Nova Friburgo, no sentido de apresentarem novos nomes . O prof. José Côrtes Coutinho aventou a possibilidade de o 2º distrito ter o topônimo de Riograndina, que foi aceito por decisão do Conselho Regional de Geografia do Estado do Rio de janeiro.

2º Distrito - Riograndina
2º Distrito - Riograndina

3º Distrito - Campo do Coelho

A área do distrito de Campo do Coelho foi desmembrada do 1º distrito . O distrito foi criado pelo Decreto nº 1809, de 25 de janeiro de 1924, com o topônimo de Terras Frias, com sede em Campo do Coelho . Somente passou a denominar-se Campo do Coelho pelo Decreto nº 641 de 15 de dezembro de 1938.

Hoje, o distrito de Campo do Coelho abrange as localidade de Conquista, Salinas, São Lourenço, Barracão dos Mendes, Rio Grande, Baixada de Salinas, Campestre, Patrocionio, Três Cachoeiras, Pilões, Hotz, Santana, etc...

A vila de Campo do Coelho, urbanizada pelo Prefeito Paulo Azevedo, tem um bom comercio e está se constituindo num ponto residencial importante, pois fica a, apenas, 16 km do centro urbano de Nova Friburgo.

A economia de Campo do Coelho é todavia, baseada na atividade agrícola, cijos produtos são comercializados no mercado do produtor rural, situado em Conquista.

A olericultura, a produção de grãos e de frutas ( morango ) e as criações de chinchila e cabra constituem a forca da economia de Campo do Coelho.

No distrito, há Fazenda – Escola Rei Alberto I, projeto do Instituto Bélgica– Nova Friburgo, que é mantido com recursos diversos, principalmente da Prefeitura de Nova Friburgo, que se constitui de uma escola profissionalizante, que forma técnicos em agropecuária . Ela está situada na localidade de Campestre.

Em Conquista, fica sediada a Associação Fribourg-Nova Friburgo, com o Museu da Colonização Suíça, uma queijaria – escola e uma chocolataria – escola.

3º Distrito - Campo do Coelho
3º Distrito - Campo do Coelho

4º Distrito - Amparo

Amparo pertencia ao município de São José do Ribeirão, posteriormente a Bom Jardim, sendo integradas ao município de Nova Friburgo pela lei nº1003, de 10 de outubro de 1911.

A fim de se tratar da mudança do topônimo de Amparo para outro, houve uma reunião naquela vila, no dia30 de novembro de 1938, cuja ata foi publicada por Décio Monteiro Soares em seu livro “Terra Friburguense”.

“Ata da reunião realizada em Amparo, quarto distrito do município de Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro, para fixar a data da denominação Amparo dada à referida localidade.”

Aos trinta dias do mês de novembro de mil novecentos e trinta e oito, na sede do 4º distrito, Amparo, do Município de Nova Friburgo, no salão da escola estadual, sob a presidência do senhor Dante Laginestra, reuniram-se os abaixo assinados moradores neste distrito e testemunhas que esta subscrevem, com o fim especial de fixar, tanto quanto possível, a data em que foi dada a denominação de Amparo a esta localidade.

Amparo guarda segredos e lendas, tais como Jerônimo de Castro, Aquele que denomino ( compadre de Joaquim José da Silva Chavier, o Tiradentes), a vila pois aqui se sentia amparado. Para aqueles que não conhecia, ele foi de grande importância, pois vinha a procura de Tiradentes, onde hoje existe um loteamento em sua homenagem. Também existe um morador com apelido de Tiradentes, cujo qual apresenta-se idêntico ao inconfidente. Várias fazendas centenárias guardam neste distrito segredos ainda não revelados. Uma das rotas de Tiradentes e Mão de Luva. Segundo o sr. Eugênio Gripp, um dos moradores mais antigos de Amparo, Jerônimo de Castro denominou aquela vila com seu refúgio, no qual encontrava-se em perfeita harmonia.

4º Distrito - Amparo
4º Distrito - Amparo

5º Distrito - Lumiar

A história de Lumiar está inserida no contexto da colonização suíça, em Nova Friburgo, implantada por D. João VI, 1918. A ocupação das terras se deu com o êxodo dos colonos que ao se depararem com as péssimas terras que lhe foram oferecidas, as abandonaram e alguns se deslocaram em direção ao nascente, formando vários povoados como o de Lumiar.

Os colonos suíços foram os pioneiros na ocupação sendo seguidos em 1824 pelos colonos alemães, só posteriormente foram chegando italianos, libaneses e outros.

Aqui estabelecidos, os colonos europeus passaram a realizar uma produção de subsistência e alguns se dedicaram no cultivo do café.

A grande característica da região é a presença dos descendentes desses colonos principalmente pelo clima agradável, seus rios encachoeirados e sua natureza exuberante.

Lumiar está a 585 m de altitude e ficou muito conhecida após Beto Guedes cantá-la em sua canção e também na década de 70 quando os hippies invadiram a cidade.

Lumiar muito procurado por pessoas que querem uma vida alternativa e contato direto com a natureza.

Lumiar é excelente também pelas suas cachoeiras, rios e poços.

5º Distrito - Lumiar
5º Distrito - Lumiar

6º Distrito - Conselheiro Paulino

Conselheiro Paulino, 6º distrito de Nova Friburgo, foi formado de terras desmembradas dos 1º, 2º e 4º distritos, tendo sido criado pela Lei nº 1428, de janeiro de 1952.

Tendo em 1996, cerca de 40 mil habitantes, Conselheiro Paulino tem um parque industrial de valor movimentado comercio, cultura de flores, bancos, clubes esportivos e sociais, que o classificam como o distrito economicamente mais importante depois do primeiro.

O distrito é formado por vários bairros : Centro de Conselheiro Paulino, Prado, Santo André, Califórnia, São Jorge, Três Irmãos, Floresta, Parque das Flores, Ouro Preto, Jardilândia, Tio Dongo, Rui Sanglard ( parte ) etc ...

A 6 km do centro, Conselheiro Paulino é uma extensão da urbe de Nova Friburgo com vários bairros residenciais populosos, um comercio movimentado, clubes sociais e esportivos e muitos educandários.

6º Distrito - Conselheiro Paulino
6º Distrito - Conselheiro Paulino

7º Distrito - São Pedro da Serra

Localização: 37 Kms. Do centro de Nova Friburgo, pela RJ-142, de carro ou ônibus.

A história de São Pedro da Serra é datada de 1822, um pouco depois do início da colonização de Nova Friburgo, quando alguns colonos ao se depararem com as péssimas terras que lhes foram oferecidas, as abandonaram e se deslocaram em direção ao sol nascente formando povoados como o de São Pedro da Serra, nome dado em homenagem a Dom Pedro I.

Hoje, São Pedro da Serra é o 7º distrito de Nova Friburgo e se destaca pelo seu clima agradável, seus rios de águas transparentes e a sua natureza exuberante.

A temporada para o turismo ecológico se estende praticamente por todo o ano. Por sua altitude de 650mts. Aprox., a temperatura é sempre amena com médias de 20ºC.

As condições são ótimas para quem quer praticar montanhismo, caminhadas, mountain bike e outros esportes readicais, mas sempre, é claro, acompanhadas por um guia.

Subidas aos pontos culminantes em dias de invernos proporcionam um visual de tirar o fôlego.

Destaca-se em São Pedro da Serra: As inúmeras pousadas com ótimo atendimento, seus restaurantes de fogão a lenha e também de pratos internacionais, lojas de artesanato local e produtos típicos e atrações noturnas.

A festa de São Pedro da Serra, comemorada no dia do seu padroeiro, 29 de Junho, é conhecida em todo o Brasil e faz parte do calendário de eventos de Nova Friburgo.

A Igreja de São Pedro São Pedro da Serra foi edificada em 1864, por Francisco Philippe Boechad.

7º Distrito - São Pedro da Serra
7º Distrito - São Pedro da Serra

8º Distrito - Muri

Pela lei nº2263, de 11 de dezembro de 1988, de autoria de Vereador Benício Valladares, foi criado o distrito de Muri, 8º de Nova Friburgo, com terras desmembradas dos 1º e 4º e 5º distritos, abrangendo as localidades de Muri, Debossan, Theodoro de Oliveira, Recanto Folly e etc.

Partindo do Alto do Garrafão (visto no menu do roteiro de caminhadas ecológicas), na cota 1792, situada nas proximidades das nascentes do córrego da Caledônia e do rio Santo Antonio, segue na direção SSE, ao longo da linha divisória do Município de Nova Friburgo com o de Cachoeiras de Macacú, pela crista da serra da Boa Vista.

Sua denominação, segundo os antigos, foi através de uma corruptela de Murith, família helvécia que colonizou Nova Friburgo em 1820. Também ficou conhecida por haver um armazém que ali existia, onde servia de parada para o trem que vinha de Cachoeiras de Macacú. O nome seguiu alteração por existir um bairro de Berna, capital da Suíça. A família Murith teve também seu nome modificado para Muri e Mury.

Muitos confundem o nome oficial e acreditam que o nome do município seja denominado de Mury, porém o correto é Muri.

Hoje além de distrito existe o circuito recheado de sabores da serra, onde apresenta as delícias que existem na serra. Também existem diversos caminhos encantadores, ótimo para a prática do ecoturismo (ver menu roteiros de trekking). Venha mergulhar pelas trilhas de Muri.

8º Distrito - Muri
8º Distrito - Muri

Fonte: http://www.distritosnf.blogspot.com.br/

Apoiam este projeto:

Brasil - Turismo
Nova Friburgo Convention e Visitors Bureau
Prefeitura Municipal de Nova Friburgo
Boa da Serra
Sebrae
Cadastre-se agora e aproveite!
Fique por dentro de tudo que acontece em Nova Friburgo.
Fechar